Governo de Roraima lança concurso para 330 vagas na Polícia Civil

0
194
Inscrições podem ser feitas de 31 de agosto a 16 de outubro no site da Vunesp /
Foto: Samuel Brandão /

Nesta sexta-feira, 17, o Governo de Roraima lançou o edital de concurso público que vai contratar 330 novos servidores para a Polícia Civil. O edital estará disponível a partir das 17 horas no site da Vunesp (www.vunesp.com.br) e, também, no Diário Oficial de Roraima.

O concurso para a Polícia Civil foi anunciado pela governadora Suely Campos em 19 de julho de 2017 e, logo em seguida, estudos técnicos foram realizados para a viabilidade, devido a especificidade dos cargos.

De acordo com o edital, o subsídio inicial, após a conclusão do curso preparatório, varia entre R$ 3.035,16 até R$ 18.387,42. Do total de vagas, 10% são reservadas para pessoas com deficiência. Cada etapa do concurso terá um edital específico com as datas de convocação para o certame.

Desde que Roraima foi transformado em Estado, esse é o segundo concurso da Polícia Civil a ser realizado. O primeiro ocorreu no ano de 2003 e a primeira turma assumiu em 19 de julho de 2004. Desde então, a Instituição não teve mais nenhum concurso para atender a demanda de efetivo, que sofreu redução.

Segundo a governadora Suely Campos, o concurso para a Polícia Civil é uma necessidade para a Instituição, uma vez que desde a posse da primeira turma, no ano de 2004 até a presente data já se passaram 14 anos e ao longo desse tempo muitos profissionais se aposentaram ou passaram em outros concursos e fomos sofrendo uma defasagem em nosso quadro.

“Fizemos vários estudos, ajustes e agora anunciamos o lançamento do edital, reafirmando o compromisso com a nossa sociedade e a sensibilidade em investir na Segurança Pública de Roraima, tanto que também lançamos edital para contratar 400 novos policiais militares e, assim, garantir a segurança em todo o Estado”, destacou.

Conforme a delegada geral de Polícia, Giuliana Castro, o certame disponibiliza 330 vagas distribuídas da seguinte forma:

=> 35 vagas para o cargo de delegado classe substituta;
=> 6 para médicos legistas;
=> 2 vagas para odontolegista;
=> 14 vagas para perito criminal;
=> 120 vagas para escrivão de polícia;
=> 100 vagas para agente de polícia;
=> 15 vagas para perito papiloscopista;
=> 23 vagas para auxiliar de perito; e
=> 15 vagas para auxiliar de necropsia.

Todas as vagas são para a classe inicial. As inscrições poderão ser feitas a partir de 31 de agosto até 16 de outubro de 2018, no site da Vunesp. Os valores variam de R$ 120,00 até R$ 260,00, a depender do cargo a ser pleiteado.

CLASSIFICAÇÃO

Para classificação no concurso, independentemente do cargo escolhido, o candidato deverá ser aprovado em todas as fases previstas.

Na primeira fase serão aplicadas as seguintes provas: objetiva, discursiva, de redação, avaliação psicológica, exames médicos, de capacidade física, prova oral e, também, a investigação relativa aos aspectos moral e social de cada candidato aprovado, de caráter eliminatório, que se encerrará somente ao final da segunda fase.

As provas objetivas contarão com 60 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos, previstas para os dias 15 e 16 de dezembro. Será respeitado o prazo para recurso e o resultado será realizado por meio de novo edital com data a ser divulgada posteriormente.

Na segunda fase, os classificados farão o curso de formação profissional na Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago, com duração de seis meses, com carga horária mínima de 960 horas/aula, de caráter eliminatório, período em que receberão auxílio de formação, conforme previsto no edital. Além disso, essa fase prevê a Prova Final, sobre o conteúdo programático das disciplinas ministradas no Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade da Polícia Civil do Estado de Roraima.

A confirmação das datas, dos horários e das informações sobre local para a realização das provas será divulgada oportunamente por meio de convocação a ser publicada no Diário Oficial do Estado.

Para o cargo de delegado, será exigido nível superior de bacharel em Direito. As demais vagas exigem que o candidato tenha nível superior completo. Somente para o cargo de auxiliar de necropsia será exigido nível médio.

DA REDAÇÃO

Comentários