POLÍCIA CIVIL – Prazo para inscrições de concurso público termina hoje, 20

0
842
Mais de 22 mil pessoas já se inscreveram para o Concurso da Polícia Civil em Roraima / Foto: Secom/Gov.RR /

O prazo para realização de inscrições do Concurso da PCRR (Polícia Civil de Roraima) termina nesta terça-feira, 20. Os candidatos, que vão disputar as 330 vagas oferecidas no certame, podem pagar a taxa, que varia de R$120,00 a R$260,00, para validação da inscrição, até quarta-feira, dia 21.

As inscrições podem ser feitas por meio do site da Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br). A data do concurso, que inicialmente estava previsto para os dias 15 e 16 de dezembro, foi alterada. Agora, as provas serão realizadas nos dias 16 e 17 de fevereiro de 2019.

Os candidatos que tiverem problemas na hora de efetuar a inscrição devem fazer o registro da reclamação no site da Vunesp, no link Fale Conosco; guardar o registro de protocolo e, se o problema não for solucionado, entrar em contato com o Departamento Administrativo da Polícia Civil para demais providências.

O contato com o Departamento Administrativo poderá ser feito pelos seguintes correios eletrônicos: da.pcrr@gmail.com e da@pc.rr.gov.br, devendo ser informado o número de protocolo da reclamação.

O certame dispõe de 330 vagas distribuídas da seguinte forma: 35 vagas para o cargo de delegado classe substituta; seis para médicos legistas; duas vagas para odontolegista; 14 vagas para perito criminal; 120 vagas para escrivão de polícia; 100 vagas para agente de polícia; 15 vagas para perito papiloscopista; 23 vagas para auxiliar de perito e 15 vagas para auxiliar de necropsia. Todas as vagas são para a classe inicial.

De acordo com o edital, o subsídio inicial, após a conclusão do curso preparatório, varia entre R$ 3.035,16 até R$ 18.387,42. Do total de vagas, 10% são reservadas para pessoas com deficiência. Cada etapa do concurso terá um edital específico com as datas de convocação. Todas as fases serão realizadas na cidade de Boa Vista. As provas objetivas contarão com 60 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos.

Na primeira fase, serão aplicadas as seguintes provas: objetiva, discursiva, de redação, avaliação psicológica, exames médicos, de capacidade física, prova oral e, também, a investigação relativa aos aspectos moral e social de cada candidato aprovado; de caráter eliminatório, que se encerrará somente ao final da segunda fase.

Na segunda etapa, os classificados farão o curso de formação profissional na Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago, com duração de seis meses, com carga horária mínima de 960 horas/aula, de caráter eliminatório. Período em que receberão auxílio de formação, conforme previsto no edital. Além disso, essa fase prevê a Prova Final sobre o conteúdo programático das disciplinas ministradas no Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade da Polícia Civil do Estado de Roraima.

Para o cargo de delegado, é exigido nível superior de bacharel em Direito. As demais vagas exigem que o candidato tenha nível superior completo. Somente para os cargos de auxiliar de necropsia e auxiliar de perito criminal é exigido nível médio.

Será respeitado o prazo para recurso e o resultado será informado por meio de novo edital com data a ser divulgada posteriormente. Para ser classificado, o candidato tem que ser aprovado em todas as fases.

CONCORRÊNCIA

Até o momento, aproximadamente 22 mil pessoas se inscreveram no concurso. O cargo mais concorrido é o de perito criminal, especialidade bioquímica, com 284 candidatos concorrendo a uma vaga.

Entre os menos concorridos estão os cargos de auxiliar de necropsia e de perito.

DA REDAÇÃO

Comentários