ENERGIA ALTERNATIVA – Após solicitação do governo, Ministério de Minas e Energia abre consulta pública

0
189
Ação é fruto da atuação conjunta entre o governador Antonio Denarium e o então ministro, Marcos Jorge, atual secretário de Planejamento / Foto: Fernando Oliveira /

Durante a visita da comitiva de ministros do Governo Federal ao Estado de Roraima, nos dias 17 e 18 deste mês, o governador Antonio Denarium ratificou em apresentação do programa Roraima 2030, a necessidade de energias alternativas para suprir a ameaça da dependência da hidrelétrica de Guri, na Venezuela.

Enquanto se resolve na Justiça o problema de licença ambiental para a construção do Linhão de Tucuruí, o MME(Ministério de Minas e Energia) disponibilizou consulta pública para a realização de leilão para o suprimento de energia fotovoltaica (captação solar) e eólica (vento /moinhos) visando acabar com os transtornos causados pela constante falta de energia em Roraima.

O secretário de Planejamento e Desenvolvimento de Roraima, Marcos Jorge de Lima, explicou que durante o período que foi ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, ocupou uma cadeira no CNPE [Conselho Nacional de Politica Energética], onde fez uma intervenção pelo Estado de Roraima sobre os constantes apagões.

“O nosso trabalho em Brasília rendeu mais um importante fruto para Roraima. Saiu nesta sexta-feira, 25, a consulta pública para o leilão de energias alternativas, confirmado pro dia 16 de maio deste ano. Trabalhei muito como membro do Conselho Nacional de Política Energética para que o processo avançasse e Roraima pudesse aproveitar da riqueza que temos de sol e ventos, e também as nossas biomassas”, disse o secretário.

Marcos Jorge lembrou que a portaria para a realização do leilão estava pronta desde dezembro do ano passado e ganhou força com a interlocução do então, interventor, Antonio Denarium.

“Pedimos para que o Governo Federal publicasse a consulta pública e marcasse o leilão. E assim, foi feito. Foi colocado como um dos pontos prioritários tendo em vista os problemas constantes com falta de energia no Estado”.

Além do diálogo do governador com o Governo Federal para resolver o problema do Linhão de Tucuruí, o pedido para a realização do leilão é uma ação complementar. “Com o Estado de Roraima interligado ao Sistema Energético Nacional e a produção de energia alternativa, vamos ter mais segurança e eficiência energética”, completou Antonio Denarium.

Roraima é privilegiado pela condição de sol e vento. “Temos incidência solar o ano inteiro, os ventos da região Norte com mais incidência em Normandia e Bonfim, e temos a biomassa que está instalada no município de São João da Baliza. Inclusive, o governador já recebeu uma empresa essa semana que vai inaugurar sua fábrica no início de abril e produzir energia através de biomassa.”, disse Marcos Jorge.

O secretário ressaltou que o governador explicou aos ministros a importância de resolver o problema de energia no Estado. Agora Roraima será contemplado.

NOVO MODELO

A apresentação do governador Antonio Denarium aos ministros marca um novo modelo de gestão e visão estratégica do Estado.

Ele tratou de pontos que são fundamentais para o desenvolvimento de Roraima e para atrair novos investidores. “Vamos superar essa crise que se instalou em Roraima e fortalecer a economia do Estado”, complementou Antonio Denarium.

DA REDAÇÃO

Comentários