Edio Lopes cobra liberação de recursos da Funasa

0
123
Atualmente, Edio Lopes é o deputado com maior volume de recursos na Funasa, que somados chegam a casa dos R$ 30 milhões / Foto: Divulgação /

A agenda do deputado federal Edio Lopes em Brasília começou bem intensa nesta terça-feira (29). Pela manhã, o parlamentar esteve na Fundação Nacional de Saúde (Funasa), em reunião com o presidente interino, Márcio Cavalcante, para cobrar celeridade do órgão na execução das ações em vários municípios do interior de Roraima.

Edio Lopes pediu a liberação de recursos de emenda parlamentar de sua autoria, destinada a Caroebe, no valor de R$ 1,4 milhão, para obras de sistema de drenagem e manejo de águas pluviais. Solicitou também a liberação do valor de R$ 2 milhões para outra drenagem em ruas da sede do município de São Luiz do Anauá. “Esta ação já está com o projeto de engenharia aprovado e licitado”, informou.

O parlamentar tratou ainda sobre dois convênios com investimentos de R$ 3,3 milhões, destinados para obras de drenagem em Normandia. Um deles, com a primeira parcela já paga de R$ 443 mil, está em execução, e solicitou o pagamento da segunda parcela. O segundo está em fase de aprovação, com investimentos de R$ 1,62 milhão.

“Atualmente, sou o deputado com maior volume de recursos na Funasa, que somados chegam a casa dos R$ 30 milhões. Todas as ações são para obras de saneamento básico, ou seja, drenagem urbana, esgotamento sanitário e abastecimento de água”, salientou.

Outras ações

Com recursos de R$ 1 milhão, serão realizadas obras no bairro Nova Esperança, na sede de São João da Baliza. Este convênio já está assinado e o projeto encontra-se em análise de engenharia na Funasa.

“O canal de drenagem do bairro Santo Antônio foi concluído com recursos nossos, no valor de R$ 1,5 milhão junto ao órgão. Uma nova emenda minha, com recursos de R$ 1 milhão, irá permitir a ampliação do projeto de drenagem no local”, adiantou.

Dentre as ações de infraestrutura, destacam-se também obras de abastecimento e distribuição de água potável, com poço artesiano, caixa d’água e ligações domiciliares.

“Os projetos são para as vilas de Carolina do Norte e Barauana em Caracaraí, e para comunidades ribeirinhas do Baixo Rio Branco (Caracaraí e Rorainópolis): Santa Maria Velha, Itaquera, Remanso, Cachoeirinha, Caicobi e Terra Preta e a Vila Agrícola Boa Esperança. Todas essas ações aguardam a liberação de recursos junto a Funasa para início das obras”, detalhou.

DA REDAÇÃO

Comentários