AÇÃO SOLIDÁRIA – Policias se unem e doam geladeira e cesta básica para dona de casa

0
67

Após relato de uma senhora, os policiais organizaram uma arrecadação em dinheiro para comprar uma geladeira e doar


“Foi Deus que me orientou a descer na Avenida naquele dia, pois lá encontraria ajuda para suprir minhas necessidades”; o relato da dona de casa Ana Cláudia Monteiro revela outra face da Polícia Militar de Roraima / Foto: Divulgação PMRR /

Os 45 alunos sargentos que fazem parte do CAS (Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos Combatentes) realizaram uma ação solidária e doaram uma geladeira e cesta básica a Ana Cláudia Monteiro, que é moradora do Conjunto Cidadão, na zona Oeste de Boa Vista.

Com um filho de dois anos, que nasceu com microcefalia, Ana Claúdia falou sobre a situação para três alunos do curso CAS PM que faziam policiamento comunitário na base móvel da Avenida Ataíde Teive, no bairro Asa Branca, no dia 31 de janeiro. 

Na ocasião, Ana Cláudia perguntou aos policiais, se conheciam alguém que tinha uma geladeira para doar, pois a única que ela tinha estava queimada e por essa razão era obrigada a dá água da torneira ao filho, Efraim, além de ter cessado a sua única fonte de renda, que era a venda de “dindin”.

Atentos aos relatos comoventes de Ana Claúdia, os três sargentos ficaram sensibilizados pela simpatia da criança, que embora não podendo ajudar sozinhos na compra de uma geladeira, decidiram propor o desfio aos demais alunos do CAS PM.

O sargento Samuel Lira, integrante da guarnição que atendeu Ana Claúdia, explicou que começaram a campanha para arrecadação às 18h do mesmo dia, e com a união de todos, em menos de 24h os policiais arrecadaram as doações, que, além de serem próprias, conseguiram com outros policiais da Corporação que se sensibilizaram com o caso, a exemplo dos integrantes da Força Tarefa de Intervenção Penitenciária e da Academia de Polícia Integrada, que aderiram ao chamado.

Com as doações em mãos, no sábado, 9, os alunos sargentos fizeram uma surpresa à mãe de Efraim, entregando-a uma geladeira nova, cesta básica e uma quantia em dinheiro.

“Foi muito emocionante e difícil conter as lágrimas. Uma ação muito linda e gratificante. Todos ficamos muito felizes em ter contribuído e participado dessa campanha, com a certeza de que nossa atitude, mesmo que pequena, melhorou as condições de vida de Claúdia”, ressaltou Samuel.

Com lágrimas nos olhos e um testemunho comovente, Ana Cláudia revelou que no dia em que encontrou o trio de policiais, ela estava saindo da fisioterapia com o filho, que completava dois anos.

“Meu filho estava tomando água quente da torneira, várias vezes já pedi água gelada na rua ou dos vizinhos, mas nem sempre conseguia. Isso partia meu coração, me deixava muito triste ver seu filho sofrendo naquela condição”, disse Ana Cláúdia.

Emocionada com a atitude de todos, ela agradeceu pelo ato solidário dos policiais militares, dizendo que a partir dali, todos eles seriam padrinhos de seu filho Efraim.

“A Polícia Militar não é só um trabalho repreensivo, atuamos também em ações de cunho preventivo que é feito nas bases comunitárias, buscamos estabelecer uma filosofia de proximidade com o cidadão e suas demandas, inclusive as de cunho social. Os policiais envolvidos nessa ação estão de parabéns  pela iniciativa de solidariedade” pontuou coronel Santana, comandante geral da Polícia Militar de Roraima.

DA REDAÇÃO


Comentários