IX CONCURSO – MPRR dá posse a três novos promotores de justiça substitutos

0
654

Com a posse de Renata Borici Nardi, Felipe Hellu Macedo e Victor Joseph Widholzer Varanda dos Santos, o MPRR completa o quadro de 52 membros / Foto: Ascom/MPRR /

O Colégio de Procuradores de Justiça do Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR) empossou, na tarde desta segunda-feira, 11, três candidatos aprovados no IX Concurso Público de Provas e Títulos, para o cargo de Promotor de Justiça Substituto.

A solenidade foi realizada no auditório do edifício-sede do Órgão. Com a posse de Renata Borici Nardi, Felipe Hellu Macedo e Victor Joseph Widholzer Varanda dos Santos, o MPRR completa o quadro de 52 membros, sendo 10 procuradores e 42 promotores de justiça.

Na ocasião, a procuradora-geral de Justiça, Elba Amarante, ressaltou que caberá aos novos membros do MPRR atender o clamor da sociedade roraimense que espera, além da competência na defesa do regime democrático, a promoção da justiça e compromisso social.

“Serão incumbidos da luta incessante pela independência do Ministério Público e edificação de uma sociedade justa, livre e igualitária que exige eficácia na prestação dos serviços públicos e a real concretização dos direitos individuais e sociais”, destacou a procuradora-geral de Justiça.

Ao dar boas vindas aos novos membros, o presidente da Associação do Ministério Público do Estado de Roraima (AMPER), Alessandro Tramujas Assad, frisou que a solenidade marca não só a conquista pela aprovação no rigoroso concurso público, mas também, a renovação do juramento de todos os membros do MPRR presentes.

“Juntem-se a nós para servir mais e melhor à sociedade, no combate ao crime e a corrupção nos parâmetros das leis e de suas consciências”, salientou o procurador de justiça.

A Corregedora-geral do MPRR, Cleonice Andrigo Vieira, enfatizou que os três empossados encontrarão um Ministério Público estruturado e organizado para desempenhar suas funções. “O promotor de justiça deve agir com paciência, probidade e afeto para bem atender a sociedade, pois ela, é a única razão para existirmos”, acrescentou Cleonice Andrigo Vieira.

Durante o seu discurso, proferido em nome dos novos promotores de justiça substitutos, Renata Borici Nardi afirmou que a carreira traz muitas responsabilidades, entre elas, a de atuar em situações extremas onde a sociedade verá no MPRR uma última esperança.

“Para nós, ser Ministério Público é a realização de um sonho, a concretização de um ideal de vida, o de litigar pelo coletivo, de descer à arena em nome da sociedade contra quem quer que atente contra os ideais do bem comum”, pontuou a promotora de Justiça substituta.

Representante da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional RR, Ednaldo do Nascimento da Silva, membros do MPRR, familiares e servidores da Instituição prestigiaram a solenidade.

Breve Histórico dos Promotores de Justiça Substitutos

Renata Borici Nardi é natural de Guararapes, São Paulo (SP), Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Roraima (UFRR) e pós-graduada em Direito Constitucional pela Faculdade de Direito Professor Damásio de Jesus e em Direito Público pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci. Renata atuava como advogada profissional autônoma.

Felipe Hellu Macedo é natural de Ceres, Goiás (GO), Bacharel em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) e pós-graduado em Direito Processual Penal pela LFG/Universidade Anhanguera-Uniderp. Trabalhou em escritório de advocacia e atualmente atuava como Assessor Jurídico da Subprocuradoria-Geral para Assuntos Jurídicos do Ministério Público de Goiás (MPGO).

Victor Joseph Widholzer Varanda dos Santos é natural da cidade do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro (RJ), Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e pós-graduado em Direito Lato Sensu pela Escola de Magistratura do Rio de Janeiro. Exercia a função de advogado autônomo na área cível.

DA REDAÇÃO

Comentários