Gastos com o 13º salário devem ser feitos de forma consciente, orienta especialista

0
100
No curso “Eu e minhas finanças”, ofertado pela Escola do Legislativo, profissional dará dicas para organizar o orçamento pessoal / Foto: Alex Paiva /

Além das férias, o meio do ano também é marcado pela primeira parcela do 13º salário aos servidores da Administração Pública. A Assembleia Legislativa de Roraima antecipou o pagamento e outras instituições deverão pagar seus servidores ainda neste mês. No entanto, este recurso deve ser utilizado com consciência e planejamento, sob o risco de gerar um endividamento ainda maior.

A tentação de adquirir um bem novo ou até gastar o valor aleatoriamente é grande, mas em um cenário de grande endividamento da população local, a orientação, segundo o especialista em finanças, Kildo Neto, é que as pessoas antecipem o pagamento das contas com o valor extra recebido.

“Nesta época, muitas contas acabam vencendo. Muitos munícipes pagam taxas como IPTU e IPVA, então, o recomendável é que essas dívidas sejam quitadas”, aconselhou.

Para quem deseja realizar alguma viagem de férias, o professor fala da necessidade de investimento consciente. “A ideia é que as pessoas viajem com as contas pagas. Quem não for viajar, o ideal é que utilize o 13º para antecipar o pagamento das contas, evitando a cobrança de juros e multas após o vencimento”.

Eu e minhas finanças

Em tempos de crise, muitas pessoas encontram dificuldades na hora de organizar os gastos pessoais. Pensando em atender esse público, a Escola do Legislativo – Cursos Preparatórios, Unidade Silvio Botelho, está com inscrições abertas para o curso “Eu e minhas finanças”, voltado a quem tem interesse em administrar as finanças pessoais e deseja mudar os hábitos.

O administrador Kildo Neto, que ministrará o curso, explica que a educação financeira deve começar dentro de casa. “É importante que você faça uma programação do que vai gastar antes de sair de casa. Se for ao supermercado, é importante que leve uma lista do que realmente precisa e, assim, consiga economizar”, disse.

Uma pesquisa recente do Serasa Experian aponta que Roraima é o Estado com maior número de pessoas endividadas no país. O especialista ressalta que a população deve tomar cuidado com os gastos exagerados. “Os dados apontam que 60% da população do Estado está endividada. Por isso, é importante que as pessoas busquem uma orientação relacionada à educação financeira”.

Durante o curso, temas envolvendo o recebimento do salário, gastos e alternativas com renda extra, como identificar e negociar suas dívidas, organização do orçamento familiar, redução de patrimônio e o poder da compra consciente serão abordados. As aulas iniciam no dia 1º de julho.

Para se inscrever, os interessados precisam levar os documentos pessoais como RG, CPF e comprovante de residência. A Unidade está localizada na rua Sólon Rodrigues Pessoa, nº 1313, bairro Silvio Botelho. Mais informações podem ser obtidas pelo 98402 3402.

JÉSSICA SAMPAIO – SupCom ALE-RR

Comentários