INFRAESTRUTURA – Parceria entre Estado e Exército prevê uso de madeira apreendida em construção de pontes

0
81

Objetivo do projeto é reconstruir pontes e danificadas e construir outras em estradas de todo o Estado

Titular da Seinf explicou detalhes do projeto / Foto: Ederson Brito /

Um projeto para usar madeira apreendida para reconstrução e construção de pontes em Roraima está sendo idealizado entre o Exército Brasileiro e o Governo do Estado, por meio da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), a Sesp (Secretaria de Segurança Pública) e a Femarh (Fundação do Meio Ambiente e Recursos Hídricos).

Em reunião ocorrida nesta segunda-feira, 08, entre os secretários de Infraestrutura, Edilson Damião Lima, de Segurança Pública, coronel Olivan Junior, o presidente da Femarh, Ionilson Sampaio, e o comandante do 6º BEC (Batalhão de Engenharia de Construção), tenente-coronel Vandir Pereira Soares Junior, foram discutidas as primeiras estratégias para concretizar o projeto.

Conforme o titular da Seinf, a ideia surgiu devido à grande demanda de pontes no Estado. “Sabemos que tem uma grande demanda de pontes danificadas e em alguns locais que impedem até a passagem das pessoas. Por isso, nosso objetivo é abranger todo o Estado”, informou Edilson.

O próximo passo é definir a melhor maneira de firmar a parceria. “Estamos fazendo um estudo e projetos para elaborar um convênio ou um termo de cooperação para dar início ao projeto o mais breve possível”, disse o titular da Seinf.

O papel do Exército será a reconstrução e construção das pontes, enquanto o Governo, por meio das secretarias, irá fornecer o material, os projetos e indicar os locais que demandam obra.

O secretário acrescentou que o Governo buscará apoio do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) para realizar o projeto.

“Buscaremos organizar uma reunião com dirigentes do Ibama para firmar uma parceria para usar a madeira apreendida pelo Instituto também”, enfatizou.

BRUNA ALVES – SECOM/RR

Comentários