Procon Assembleia alerta para cuidados nas compras para o Dias dos Pais

0
93
Uma das orientações é estar atento à política de troca da loja, já que o produto é para terceiros / Foto: Alex Paiva /

O Dia dos Pais é celebrado no próximo domingo (11), e os consumidores mais planejados já estão realizando suas pesquisas para fazer as melhores compras. Para não errar na escolha do presente, o Procon Assembleia alerta os consumidores sobre os principais cuidados a serem tomados.

Já que a compra é para uso de terceiros, vale ressaltar que as trocas não são uma obrigação, a não ser em caso de itens com defeito. Ou seja, o estabelecimento não é obrigado a substituir um item pelo seu tamanho, cor, ou por gosto pessoal. Por isso, é importante verificar a política de troca da empresa antes de efetuar o pagamento.

“Os lojistas costumam realizar a troca como uma forma de fidelizar o cliente. Se for o caso, solicite que conste por escrito na nota fiscal ou etiqueta do item adquirido os critérios para a troca”, frisou a diretora do Procon Assembleia, Eumária Aguiar.

Por ser uma data comemorativa e ter uma procura maior, pode ocorrer de lojistas aumentarem preços para lucrar, então a dica é a pesquisa, comparar os valores do mesmo produto em diferentes estabelecimentos para analisar o que melhor se encaixa no orçamento. Assim o consumidor tem várias opções não só de produtos, mas de preços também.

Promoções

Falando então em economia, nessa época surgem ofertas que parecem indispensáveis, mas é preciso prestar bastante atenção. Eumária Aguiar ressalta que em casos de promoções, as regras devem ser lidas com atenção e guardadas, caso haja divergência no que foi anunciado. “A nota fiscal é uma garantia na hora de reivindicar, então é importante sempre guardá-la.”

Desistência

Para aqueles que não têm muito tempo, e recorrem à tecnologia para realizarem as compras, a boa notícia é que caso o presente não esteja de acordo com o que se esperava, a troca é assegurada.

Conforme o Código de Defesa do Consumidor, ele pode desistir das compras realizadas fora das lojas físicas, em até sete dias contados da chegada do produto. É garantida ainda a devolução dos valores já pagos.

“Muitos desconhecem esse direito. Pois como é pela internet muitas vezes nos arrependemos, pois não podemos pegar ou ver direito. Vale ressaltar que isso inclui também as vendas pelas redes sociais”, explicou Eumária.

Deu defeito, e agora?

O Procon Assembleia orienta ainda que em casos de produtos eletrônicos é importante testar na loja, eles devem estar lacrados e conter a relação da rede de assistência técnica, manual de instrução e termo de garantia. Mas caso, mesmo depois desse procedimento ao chegar em casa a mercadoria apresentar defeito, a garantia é de até 90 dias para reivindicar, por ser um bem durável.

Mas caso o problema seja com um produto não durável, como perfume, espuma de barbear, chocolate, entre outros, o prazo é de 30 dias. Estes prazos devem ser respeitados pelas lojas.

BÁRBARA ARAÚJO – SupCom/ALE-RR

Comentários