EMPREGO E RENDA – Moradores do Residencial Vila Jardim recebem equipamentos para trabalho

0
104
Por meio do projeto, são ofertados 24 cursos. Alguns são sugeridos pelos moradores / Foto: William Roth /

Concluintes do PDST (Plano de Desenvolvimento Socioterritorial) receberam nesta sexta-feira, 9, no Residencial Vila Jardim, equipamentos a serem utilizados em atividades profissionais.

Oferecido aos moradores do conjunto habitacional, o PDST é realizado em parceria pelo Governo do Estado, por meio da Codesaima (Companhia de Desenvolvimento de Roraima), pela CEF (Caixa Econômica Federal) e pela unidade local do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

Durante a cerimônia, também foram entregues 135 instrumentos musicais, entre os quais, violinos, violoncelos, teclados, baterias eletrônicas, violões e flautas, que estarão à disposição do programa social Simam (Sistema Integrado de Música da Amazônia), que desenvolverá cursos de Educação Musical para crianças e jovens.

A solenidade foi acompanhada por familiares dos alunos e teve a participação de diversos gestores, entre elas, a primeira-dama do Estado, Simone Denarium, a secretária de Educação e Desporto, Leila Perussolo, o presidente da Codesaima, Anastase Vasptistis, o gerente de Habitação da CEF, Lucyano Santos, e o diretor Regional do Senair-RR, Arnaldo Mendes de Souza Cruz.

Entre as atividades realizadas, as autoridades conheceram a estrutura do CAS (Centro de Atendimento Social), onde o Senai-RR aplica as instruções dos 24 cursos oferecidos no PDST. São salas de aula e unidades móveis equipadas, permitindo que o aluno receba os ensinamentos necessários para exercer suas atividades plenamente.

Na Oficina de Costura, a instrutora Evânia França destacou uma característica do PDST. Muitos dos 24 cursos oferecidos são sugeridos pelos moradores do Residencial Vila Jardim. “Esse curso de costureira, por exemplo, foram eles que pediram”, afirmou.

Na unidade móvel, onde são realizadas as aulas de panificação, culinária e confeiteiro, a comitiva foi recebida com uma farta mesa com os doces e salgados produzidos pela turma que estava se formando.  A aluna Juliana Aparecida ressaltou a expectativa de desenvolver o trabalho de confeiteira, agora que se formou. “Todos estes produtos foram feitos por nós, Teremos mais oportunidade de emprego”, disse.

O diretor regional do Senai-RR, Arnaldo Souza Cruz, frisou que, em um ano de aplicação dos cursos, houve mais de 1.200 inscrições, com evasão mínima e total interação com os moradores. “Em um ano de cursos, não houve nenhum problema de segurança. É um espaço abençoado e o projeto agradou a todos”, ressaltou.

Ele também reiterou pedido para que as instituições se unam para manter o espaço do CAS e convidou a primeira-dama para ser madrinha do projeto.

Simone Denarium aceitou o convite e salientou a importância da iniciativa. Ela lembrou que o conjunto habitacional possui um grande mercado consumidor com seus 2992 apartamentos, distribuídos em mais de 180 blocos e 12 condomínios.

“Quando falam de Vila Jardim, em mercado de trabalho, faz todo sentido afirmar que estamos no lugar certo. Aqui tem várias famílias que utilizam e consomem uma infinidade de produtos e serviços”, afirmou.

O gerente de Habitação da Caixa Econômica, Lucyano Santos, disse que é preciso que todos conheçam o caso de sucesso que é o PDST e destacou a gestão na aplicação dos recursos. “Temos aqui um caso em que um recurso que era limitado foi potencializado pelas parcerias realizadas”, frisou.

Representando o governador na cerimônia, a secretária de Educação, Leila Perussolo, afirmou que Antonio Denarium pediu que ela reafirmasse o desejo do Governo do Estado em continuar com o PDST. Ela destacou ainda que Denarium garantiu o compromisso com as parcerias e instituições que realizam este projeto e que a intenção é a ampliação do PDST, buscando novas oportunidades.

“O governador lamentou não estar presente por motivo de saúde e pediu para reafirmar o compromisso com a comunidade do conjunto Vila Jardim, com esses jovens e com essas crianças. Aqui está o futuro do nosso Estado. Sabemos da importância de um projeto social para transformar vidas, para realizar sonhos, para dar um futuro melhor para esta juventude que está sedenta por melhorias neste Estado e neste País”, disse.  

Sobre a entrega de instrumentos musicais, o presidente da Codesaima, Anastase Vaptistis, comentou a importância da educação musical. Ele lembrou a opção que está sendo dada aos jovens com a doação dos equipamentos.

“Estamos fazendo, pela primeira vez, a entrega de 135 instrumentos musicais e os jovens terão contato com a verdadeira música”. Anastase falou ainda da importância da continuidade do programa. “Queremos a continuidade do projeto, com a ajuda da Secretaria estadual de Educação e com o apoio de todos”, afirmou.

PLANO DE DESENVOLVIMENTO SOCIOTERRITORIAL

A realização do PDST foi uma exigência do programa Minha Casa Minha Vida do governo federal e é mantido por um convênio com o Ministério das Cidades.

Estes recursos possibilitaram a compra de equipamentos para que os alunos possam iniciar suas atividades profissionais. Foram comprados secadores de cabelo, carrinhos de churrasco e chapas sanduicheiras.

MARCO AURÉLIO RODRIGUES – ASCOM/CODESAIMA

Comentários