*

links

*

mídias

IFRR e Receita Federal discutem cooperação para oferta de assistência tributária e fiscal a contribuintes de baixa renda

10 nov 2017 | 0 comentário

O encontro ocorreu nesta quinta-feira / Foto: Divulgação /

Nesta quinta-feira, dia 9, a reitora do Instituto Federal de Roraima (IFRR), Sandra Mara Botelho, acompanhada de gestores da área de Extensão e do diretor do Campus Avançado Bonfim (CAB), Arnóbio Magalhães, recebeu representantes da Receita Federal no estado e no Pará para conhecer e discutir a proposta de implantação de Núcleos de Apoio Contábil e Fiscal (NAFs) no instituto.

Esse tipo de espaço funciona como um “escritório” em instituições de ensino superior (IEs), no qual é oferecida assistência tributária e fiscal a contribuintes de baixa renda. Desse modo, ao mesmo tempo em que traz cidadania à comunidade atendida, a iniciativa contribui para o treinamento dos estudantes e a valorização do conhecimento por meio da prática.

O chefe da Divisão de Interação com o Cidadão da Receita Federal no Pará, José Laurindo Júnior, foi o responsável por apresentar o projeto, que foi inspirado na experiência norte-americana com o Internal Revenue Service (IRS), em especial com as Clínicas para Contribuintes de Baixa Renda (Low Income Taxpayer Clinics).

Júnior explicou que a intenção dos NAFs é aproximar a Receita Federal dos futuros profissionais da área, das IEs e da população, gerando benefícios para todas as partes. No caso dos estudantes do IFRR, por exemplo, o ganho estaria tanto na prática adquirida com os atendimentos quanto na capacitação oferecida pela Receita Federal, que é dividida em cursos presenciais e em plataforma de ensino a distância, além de palestras com servidores do órgão.

A reitora do IFRR, Sandra Mara Botelho, destacou que a implantação dos NAFs seria viável em campi como o Boa Vista (CBV), o Boa Vista Zona Oeste (CBVZO) e o Avançado Bonfim (CAB), que possuem cursos em áreas afins.

“A ideia agora é levar essas informações ao Colégio de Dirigentes para que possamos discutir, junto com os gestores das unidades, as formas de viabilização e inclusão desse projeto nos nossos cursos, afinal essa é uma ótima oportunidade de aprimorar a formação dos futuros profissionais formados pelo IFRR”, concluiu.

Atualmente, existem 245 NAFs espalhados por todos os estados do Brasil. Em Roraima, conforme Júnior, um está em funcionamento e outros dois em fase de implantação. A experiência deu tão certo, que a ideia ultrapassou fronteiras, chegando a outros dez países da América Latina.

DA REDAÇÃO

Os comentários estão desativados.

//

Enquete

Sorry, there are no polls available at the moment.

Criado por:

Israel Dantas

FatoReal: Notícias, críticas, denúncias, ideias e devaneios

© Copyright 2010-2012 FATOREAL - Todos os direitos reservados!

Orgulhosamente feito em wordpress