*

links

*

mídias

CAROEBE – Produção de bananas atinge apenas 10% do potencial

18 jun 2009 | Comentários

Antonio Mundim: “Falta assistência técnica constante para continuidade e aprimoramento”. Foto: Fernando HederO Município de Caroebe se destaca pela plantação de bananas. Toda a produção é vendida para o comércio amazonense, que recebe por semana dois caminhões carregados do produto in natura. Mas esses números poderiam ser bem maiores, analisa o vice-presidente da Cooperativa Agropecuária de Agricultores e Agricultoras Familiares de Caroebe (Cooparfac), Antonio Lino Mundim.

Segundo Mundim, esse abastecimento representa 10% do que o Município pode produzir. A falta de assistência técnica permanente é um dos principais fatores que contribuem para o baixo desempenho. Isso porque, explica o líder de 87 famílias cooperadas, os produtores ainda plantam baseados na experiência adquirida. Existe a necessidade de conhecimento sobre produtividade, qualidade e periodicidade para aprimorar a cultura.

“A banana é trabalhada de forma empírica. Falta assistência técnica constante para continuidade e aprimoramento e também para implantação de outras culturas. O mercado de Manaus é carente de tudo, sendo abastecido por produtos de outros Estados, como hortifrutigranjeiro e fruticultura”, afirmou.

Cooparfac comercializou R$ 1,5 milhão em 2008

Licor e doce cristalizado - subprodutos da banana. Foto: Fernando HederMesmo assim, prosseguiu Mundim, no ano de 2008, a Cooparfac conseguiu comercializou a cifra de R$ 1,5 milhão, sendo que 90% desse valor estavam relacionados à banana in natura. Na sala de entrada da Cooperativa fica exposto o doce de banana cristalizado, vendido por R$ 1,50, e o licor de banana, ao preço de R$ 6,00. “Fazemos o aproveitamento do que não é comercializado”, explicou.

A participação dos cooperados também tem sido positiva. Das 87 famílias, 79 atuam ativamente. São quase 100 empregos diretos gerados, incluindo os nove funcionários no entreposto da Cooperativa em Manaus.  Entre os parceiros da Cooperativa estão o Governo do Estado, Embrapa, Senar e Seapa.

Mais uma vez, Mundim ressaltou a necessidade de terem assistência técnica permanente, com a presença de um engenheiro agrônomo, tratadores equipados para ajudar aos agricultores na plantação, colheita e escoamento.

Rebeca Lopes – Secom/ALE-RR

Tags:, , ,

4 respostas para “CAROEBE – Produção de bananas atinge apenas 10% do potencial”

  1. lucenildo disse:

    bom dia. e muito gratificante o trabalho que o sebrae vem
    fazendo, juntamente com a cooperativa, com os banicultores de caroebe,pois com esse grande trabalho de acompanhamento instimula mais ainda a plantacao de banana nessa regiao riquecima de vegetacao variadas. gostaria de mais informacoe sobre esse produto fenomenal, pois estou estudando a possibilidade de abrir uma empresa so de produtos derivados da banana.

  2. Olá Pessoal do FatoReal, Parabéns pelo Blog!.
    Gostaria de saber mais sobre a COOPARFAC, pois estou interessado em montar uma indústria de derivados da banana no Sul de Roraima.
    narnobio@ig.com.br

  3. Diniz Filho disse:

    olá, sou acadêmico da Universidade Federal de Roraima e estou fazendo um projeto de pesquisa para defender em monografia de conclusão de curso sobre a produção e a comercialização de bananas no município do Caroebe, por isto preciso de informações a respeito do assunto, inclusive o histórico de criação da cooperativa. espero e agradeço a colaboração.Diniz Filho.

  4. Ari disse:

    Interessados em informações sobre a cooparfac procurem a COOPARFAC (3236-1233)ou o SEBRAE (2121-8056)

Deixe uma resposta

//

Enquete

Sorry, there are no polls available at the moment.

Criado por:

Israel Dantas

FatoReal: Notícias, críticas, denúncias, ideias e devaneios

© Copyright 2010-2012 FATOREAL - Todos os direitos reservados!

Orgulhosamente feito em wordpress