*

links

*

mídias

170 VAGAS – Estado e PMBV abrem seletivo para contratação temporária

12 jun 2012 | 0 comentário

O Departamento Estadual de Politicas de Saúde Mental da Sesau (Secretaria Estadual de Saúde) vai abrir, nesta quinta-feira, 14, o período de inscrição do processo seletivo para contratação temporária de 10 profissionais para atuarem no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (CAPSad). As inscrições vão até sexta-feira, dia 15, no auditório da Sesau, de 8h às 17 horas.

O edital do seletivo está disponível nos sites da Sesau (www.saude.rr.gov.br) e do Servidor (www.servidor.rr.gov.br). As vagas disponíveis são duas para artesãos, farmacêuticos, enfermeiros e redutores de danos, como também uma vaga de educador físico e terapeuta ocupacional. Pessoas com deficiência terão direito a candidatar-se a qualquer uma das vagas.

Segundo Lidiane Almeida, diretora da Saúde Mental, o candidato poderá concorrer apenas para um dos cargos.  “Não poderá haver mais de uma inscrição do mesmo candidato para mais de um cargo. No caso de inscrição em duplicidade, será considerada a última”, explicou.

O contrato terá uma duração de 12 meses a contar da assinatura. A jornada de trabalho será de 40 e 20 horas semanais.  “A contratação temporária visa suprir as vagas decorrentes de afastamentos legais ou inexistência de candidatos concursados e habilitados”, explicou a diretora.

A remuneração varia entre os cargos.  Os artesãos receberão R$ 913,01, educador físico R$ 1.365,15, enfermeiro R$ 3.015,94; farmacêutico R$ 2.731,63; redutor de danos R$ 913,01; e terapeuta ocupacional R$ 1.365,15.

CAPS AD

O Centro de Atenção Psicossocial é um serviço que oferece cuidados integrais a jovens e adultos com problemas de abuso ou dependência de álcool e outras drogas. A unidade é caracterizada por um cuidado intensivo, comunitário, personalizado e, sobretudo, uma promoção de vida tanto aos pacientes quanto aos familiares.

Lidiane destacou que o seletivo servirá para suprir a falta de profissionais específicos que realizam os serviços requisitados. “Um deles será o profissional que atende o paciente e o ajuda a ingressar no mercado de trabalho, por meio dos trabalhos produzidos pelos próprios pacientes”, exemplificou.

160 vagas para a Prefeitura de Boa Vista

A Prefeitura de Boa Vista (PMBV) anunciou que vai abrir processo seletivo para a renovação de 160 técnicos de referência, que compõem as equipes da Secretaria Municipal de Gestão Social. Os profissionais irão atuar nos projetos sociais da secretaria, nos Centros de Referência e Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializada em Assistência Social (Creas).

Todo o processo será realizado pela Escola Municipal de Administração Pública (Emap) e acontecerá logo após a autorização pela Câmara dos Vereadores. A meta é realizar o seletivo neste mês junho.

As vagas já são ocupadas por profissionais que também passaram por processo seletivo anteriormente, porém, como há um período determinado, é preciso renovar os contratos. A escolha será feita por meio de análise curricular, os servidores que tiverem melhor qualificação serão contratados.

Os profissionais atuam como sócios orientadores educativos, no Peti, ProJovem, Liberdade Assistida, Bolsa Família e prestação de serviços à comunidade; Já os assistentes sociais, sociólogos, psicólogos e pedagogos, trabalham nas unidades dos Cras e Creas. Conforme a secretária municipal de Gestão Social, Mira Cunha, não haverá ampliação de cargos e sim uma renovação de contrato, como prevê o processo seletivo. A avaliação será aberta para todos os profissionais de cada área, inclusive os que já estão atuando, que caso não sejam aprovados serão substituídos.

“Este seletivo cumpre as orientações do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, que sugere contratação por meio de processo de seleção ou concurso público”, afirmou a secretária.

A Prefeitura está trabalhando na aprovação do Plano de Cargos Carreiras e Remuneração para a área de assistência social, apenas após a aprovação será possível a realização de concurso público para estes profissionais.

A elaboração deste processo iniciou em novembro de 2011 e agora foi enviado para a Câmara dos Vereadores para autorização. O processo seletivo permite ao Município utilizar até 60% do recurso federal para o pagamento destes servidores.

Estão em fase de implantação mais três Cras, além de três equipes volantes, que atenderão as famílias dos bairros mais distantes. A expectativa é que cada uma das novas unidades atendam em média oito mil famílias, assim como as que já estão em funcionamento. Dessa forma, o Município ampliará o atendimento às famílias na capital.

CRAS

os CRAs são responsáveis pelo acompanhamento social das famílias que vivem próximo às unidades. O cadastramento é realizado nas sedes das unidades, das 8h às 12h e das 14h às 18h, nos bairros: Centenário, União, Pintolândia e Nova Cidade.

O objetivo é proporcionar um espaço para integração e socialização dessas famílias. O centro oferece cursos de capacitação e oficinas aos moradores dos bairros atendidos sobre a geração de renda, despertando o empreendedorismo e contribuindo para o desenvolvimento pessoal e profissional.

Os técnicos de referências que atuam nos centros realizam visitas aos moradores desses bairros para verificar o perfil das famílias e a adesão aos programas sociais oferecidos pela Prefeitura, como: Cabelos de Prata, ProJovem, Peti e Bolsa Família.

FONTE: FOLHA DE BOA VISTA

Tags:, , , , , , ,

Deixe uma resposta

//

Enquete

Sorry, there are no polls available at the moment.

Criado por:

Israel Dantas

FatoReal: Notícias, críticas, denúncias, ideias e devaneios

© Copyright 2010-2012 FATOREAL - Todos os direitos reservados!

Orgulhosamente feito em wordpress