AUDIÊNCIA PÚBLICA – CMBV discute nesta quinta, 15, instalação de semáforo em trecho urbano da BR-174

0
39

Vários vereadores fizeram indicações em gestões anteriores, mas o fato de se tratar do trecho de uma rodovia federal dentro da área urbana, impediu o atendimento por parte da Prefeitura

Magnólia Rocha: “Já houve vários óbitos naquele local devido à intensidade do tráfego de veículos; a instalação de um semáforo resolve esse problema” / Foto: Wirismar Ramos /

O Plenário da Câmara Municipal de Boa Vista (CMBV) receberá, nesta quinta-feira (15), a partir das 8h, moradores dos bairros Centenário e 13 de Setembro e adjacências, autoridades de trânsito, comerciantes e demais interessados, para uma discussão sobre a possibilidade de instalação de um semáforo no cruzamento das Avenidas Brasil e Marquês de Pombal, após a rotatória da Avenida Centenário.

Requerimento nº 04/2018, de autoria da vereadora Dra. Magnólia Rocha (PPS), que solicita a realização da audiência pública foi aprovado pelo Plenário da CMBV por unanimidade na sessão do último dia 6. De acordo com a Dra. Magnólia, vários vereadores fizeram indicações em gestões anteriores, mas o fato de se tratar do trecho de uma rodovia federal dentro da área urbana (BR-174), impediu o atendimento por parte da Prefeitura.

“Tivemos conhecimento que vários vereadores, em legislaturas passadas fizeram indicações para instalação de um semáforo naquele local, mas não foram atendidos porque se trata de uma rodovia federal que corta a área urbana da capital, portanto, de competência da União, aqui representado pelo DENIT. Mas é preciso ressaltar que já houve vários óbitos naquele local devido à intensidade do tráfego de veículos, sem contar que os empresários que têm lojas às margens da avenida também estão sendo prejudicados, além do fato de que os moradores dos bairros Centenário e 13 de setembro sofrem as consequências, correndo risco de vida”, disse.

A vereadora disse que ficou observando, junto com sua equipe, o movimento de veículos e pedestres por algumas horas e pode constatar o perigo que as pessoas enfrentam ao atravessar a avenida. “Um semáforo instalado naquele local seria a solução para esse problema. Não podemos simplesmente aceitar as limitações da competência e deixar aqueles moradores arriscando a própria vida. Se não é competência da Prefeitura, então vamos recorrer a quem de direito. Essa audiência pública foi o caminho que encontramos para discutir essa questão e, juntos, buscar uma solução para esse problema”, enfatizou.

Foram convidados para participar da audiência pública representantes de órgãos competentes no assunto, como o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Conselho Municipal das Cidades, além de moradores dos bairros Centenário e 13 de setembro. Após a audiência, a CMBV irá elaborar um relatório que reunirá as sugestões abordadas durante o evento.

DA REDAÇÃO

Comentários