COMBATE AO CÂNCER – Carreta da Mulher realizou mais de 4 mil atendimentos em 2017

0
84
Em seis meses de funcionamento, unidade possibilitou que mulheres de todo o Estado tivessem acesso a exames preventivos / Foto: Secom/Gov.RR /

Em 2017, a Carreta de Saúde da Mulher possibilitou um grande avanço no combate ao câncer de mama, realizando 4.168 atendimentos por todo o Estado.

A ação possibilitou que milhares de mulheres tivessem um acesso facilitado aos exames preventivos, possibilitando diagnósticos mais precoces e aumentando as chances de cura.

Em seis meses, foram realizadas 1.649 mamografias e 2.519 ultrassonografias na unidade móvel. Os atendimentos já foram retomados e seguirão um cronograma ao longo do ano.

A moradora da região periférica de Boa Vista chamada de João de Barro, Alcilene Nunes, nunca tinha feito uma mamografia, embora sentisse muita dor no seio. “Eu procurei uma unidade de saúde, mas com a carreta finalmente tive essa oportunidade”, contou.

Conforme a diretora de Políticas Oncológicas da Sesau,Lidiane Lorenzoni, a Carreta levou atendimentos de saúde para 14 municípios, e para regiões mais distantes da capital, como o João de Barro, Pedra Pintada, Monte das Oliveiras e Jardim das Copaíbas.

“A ação chegou aos bairros, municípios e comunidades mais distantes e desassistidas. Muitas moradoras nunca haviam tido a oportunidade de fazer uma mamografia”, explicou.

Lidiane reforçou que o câncer de mama tem cura em até 98% dos casos se detectado na fase inicial e o diagnóstico precoce pode evitar a retirada do seio ou que o caso evolua para óbito.

ATENDIMENTO

Além de seguir um cronograma próprio, que está sendo definido, a Carreta de Saúde da Mulher também participa das ações Caravana do Povo e Caravana da Mulher que são coordenadas pela Setrabes (Secretaria Estadual do Trabalho e Bem-Estar Social), e já auxiliou também as principais unidades na capital como o Centro de Referência da Saúde da Mulher e Clínica Especializada Coronel Mota.

Os exames de ultrassonografia ficam prontos na hora e são entregues diretamente aos usuários. Os resultados das mamografias são encaminhados ao Centro de Referência de Saúde da Mulher, pois caso seja detectada alguma alteração, o Centro faz uma busca ativa e contata a paciente para dar início ao tratamento.

DA REDAÇÃO

Comentários