ELEIÇÕES 2014 – Crescimento de Mecias como possível candidato a governador assusta Anchieta e Jucá

5
75
Quanto mais tentam perseguir e difamar, mais Mecias de Jesus ganha projeção (Foto: Wirismar Ramos)
Quanto mais tentam perseguir e difamar, mais Mecias de Jesus ganha projeção

As festas do Natal de 2012 e Ano Novo foram – digamos – um pouco indigestas para a dupla dinâmica formada pelo governador de Roraima, Anchieta Júnior (PSDB) e o senador Romero Jucá (PMDB-RR). Isso porque o resultado de quatro pesquisas feitas nos meses de novembro e dezembro de 2012 para medir o nível de aprovação do Governo Anchieta foi desastroso, segundo informou uma fonte do Palácio Senador Hélio Campos.

As tais pesquisas teriam apontado uma reprovação total do governador Anchieta e confirmado a ascensão do deputado estadual Mecias de Jesus (PRB) como um dos favoritos para candidato a governador ou senador de Roraima nas eleições de 2014. Nos dois casos, Mecias aparece à frente de Jucá e Anchieta, prováveis candidatos ao Governo e Senado, respectivamente. O vice-governador, Chico Rodrigues (PSB), também aparece em ascensão.

Mecias de Jesus foi candidato a prefeito nas eleições de 2012, ficando em segundo colocado. Ele teve 42.171 votos (29,02% dos votos válidos). A prefeita eleita, Teresa Surita, venceu com 57.066 votos (39,26%). A diferença foi de apenas 14.895 voto. O terceiro colocado, Telmário Mota (PDT), obteve 30.606 votos (21,06%). Teresa só venceu porque foi beneficiada pelo ‘racha’ da oposição – Mecias e Telmário.

Como Telmário Mota saiu ‘queimado’ do pleito (depois descobriu-se que ele teria recebido R$ 1 milhão do governador para lançar candidatura própria, a fim de dividir os votos da oposição em benefício de Teresa), o nome de Mecias de Jesus ganhou ainda mais projeção, apesar de não ter vencido a eleição para prefeito de Boa Vista.

A partir do resultado dessas pesquisas, a ‘dupla dinâmica’ partiu para o ataque contra Mecias, antecipando o pleito de 2014. Desde a semana passada que os programas televisivos e radiofônicos locais, dos veículos de comunicação pertencentes ao senador Romero Jucá – além das outras emissoras, blogs e sites pagos pelo governador Anchieta Júnior – atacam Mecias de forma sistemática. Teve até matéria encomendada na revista Época.

Mais chumbo grosso

Mas isso é só o começo. Vem mais chumbo grosso por aí. No entanto, ao mesmo tempo em que usa a velha tática de atacar e difamar, o grupo Anchieta/Jucá ‘mete os pés pelas mãos’ e acabam promovendo ainda mais o nome de Mecias. Explico: durante a campanha eleitoral do ano passado, Mecias avisou que caso Teresa fosse eleita começaria sua gestão demitindo os servidores municipais. Ele também previu que haveria demissão em massa no Governo do Estado. Dito e feito. Nem bem começou 2013 e Governo e Prefeitura demitiram nada menos que 15 mil servidores de cargos comissionados.

Jucá e Anchieta também atacam o próprio grupo, na tentativa de desestabilizar o vice-governador Chico Rodrigues, candidato natural a governador em 2014. O episódio da eleição da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Boa Vista (CMBV) foi uma prova disso. Jucá havia prometido a Chico Rodrigues que apoiaria seu sobrinho, Leo Rodrigues (PR), para a Presidência da Casa. No entanto, acabou traindo o acordo, ao lançar o nome do vereador reeleito Massmy Eda (PMDB) para o cargo. No final, após muita confusão e Massamy ter retirado seu nome, Leo Rodrigues acabou sendo eleito.

A outra tática para tirar Chico Rodrigues da jogada – após a assumir a titularidade da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), o vice governador ganhou projeção na mídia – foi promover a famosa ‘dança’ das cadeiras, mexendo com os aliados na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) e no primeiro escalão do Governo. Assim, a deputada Aurelina Medeiros (PSDB) foi convidada a assumir a Seapa, deixando Chico Rodrigues apenas com a função de vice-governador, de escanteio, sem ter muita chance de crescimento.

Com saída de Aurelina – ainda não confirmada pela parlamentar – retornaria para a ALE-RR o ex-deputado estadual Zé Reinaldo (PSDB), atual presidente da Companhia de Desenvolvimento de Roraima (Codesaima), que ficou na suplência da coligação nas eleições de 2010. O convite ao deputado Rodrigo Jucá (PMDB) para assumir a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) de Boa Vista, feito pela prefeita Teresa Surita, também foi outra tática para ampliar a tão falada ‘parceria’ entre Governo e Prefeitura.

Parceria de cartas marcadas

Engana-se quem pensa que a tal ‘parceria’ seria em benefício da população. Na verdade, com Marcelo Moreira (PSDB) – ex-cunhado do governador – como vice-prefeito, Rodrigo Jucá como titular da SMEC e Rodrigo Castro (PR), filho do deputado federal Luciano Castro (PR-RR), na FETEC, o uso da máquina administrativa municipal de Boa Vista em apoio à dupla em 2014 estará mais do que garantido, uma vez que caso Anchieta decida concorrer ao Senado, terá que se desincompatibilizar do cargo no máximo em abril daquele ano e, assim, teoricamente não terá mais controle das finanças do Estado.

Desde que assumiu – de fato – o controle total do Governo de Roraima, com a morte do governador Ottomar Pinto e a posse do governador marionete Anchieta Júnior, o senador Romero Jucá tentava unificar o poder entre Estado e Município em benefício próprio, já que sua posição como ‘eterno’ líder do Governo no Senado já estava com os dias contados, como de fato implodiu. Finalmente Conseguiu. Escolheu os secretários de Anchieta, da Prefeitura, comandou a escolha do presidente da Câmara e determinou a dança das cadeiras na ALE-RR e na bancada federal.

Enquanto isso, o povo de Roraima continua atônito, sem entender como tudo se resolve na surdina, por meio de acordos escusos, pondo em risco a saúde financeira do Estado e do município e das próprias famílias que dependem das decisões políticas para terem uma vida digna. Mesmo assim, essas mesmas pessoas continuam votando nesses políticos que prezam mais seus próprios interesses do que o bem-estar da coletividade.

Vá entender…

WIRISMAR RAMOS – da Redação (e-mail: wirismar@gmail.com)

Comentários

5 COMENTÁRIOS

  1. como era do experar a questão e que nos população consciente naõ vota nestes que estão no poder,agora 2014 estou votando em vanubia prazetes

  2. Anchieta é arrogante, prepotente, Jucá não é confiavel, faz tudo pensando em ganhar alguma coisa. Mecias é lider, amigo, leal, companheiro, trata a todos com igualdade, quando se conversa com ele a pessoa fica mais admirada de como ele é confiavel e é do povo. Em 2014 é o meu candidato para o que se candidatar.

  3. É ISSO MESMO TAMBÉM TÕ COM ELE,CHEGA DE JUCÁ NESSE ESTADO,NÃO AGUENTAMOS MAIS,AGORA AINDA TEM MAIS UM SENHOR GESTOR DO ESTADO DE RORAIMA ,QUE NÃO ANDA ADMINISTRANDO COMO DEVERIA A SAÚDE,EDUCAÇÃO,SEGURANÇA QUE SÃO PRIORIDADES
    EM UMA BOA ADMINISTRAÇÃO,MAS SE ELES PENSAM QUE DIFAMANDO O
    MECIAS ESTÃO GANHANDO COM ISSO PELO CONTRARIO,SENHORES O POVO DE RORAIMA ESTÁ DE OLHO AINDA MAIS COM OS DOIS HORÁRIOS DA SENHORA PREFEITA,NÃO FOI ISSO EM CAMPANHA QUE DISSE QUE A PRIORIDADE SERIA A DE DOIS HORÁRIOS,ACORDEM RORAIMENSES CHEGA DE DESMANDOS E DE FUNCIONÁRIOS ESTÁTUARIOS,SEM O DEVIDO RECONHECIMENTO.

  4. sem dúvidas que roraima vive a custas de apenas meia dúzia de políticos, estar na hora de refazer-mos uma mundança igualmente na camara de BV

DEIXE UMA RESPOSTA