*

links

*

mídias

MANAUS/BOA VISTA – Linha de transmissão será licitada hoje

2 set 2011 | 0 comentário

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) realiza nesta sexta-feira (2) o leilão de transmissão 004/2011. Com a construção das linhas que serão licitadas hoje, todos os estados brasileiros passam a fazer parte do Sistema Interligado Nacional. O leilão está marcado para as 10h na Bolsa de Valores de São Paulo (BM&FBovespa). Serão licitados 12 lotes de linhas de transmissão em treze estados. O lote A corresponde à linha de transmissão Manaus/Boa Vista, com 715 quilômetros de extensão.

Estas informações foram passadas à imprensa pela senadora Ângela Portela (PT-RR), que acompanha o processo em Brasília. Ela comemorou o fato da linha de transmissão Manaus/Boa Vista estar incluída entre os 12 lotes que serão submetidos a leilão. “Este é um projeto do Governo Federal que estamos acompanhando com muito interesse e trabalhamos junto à ANEEL para assegurar que Roraima fosse incluído. É uma obra do Programa de Aceleração do Crescimento que vai integrar Roraima ao Sistema Interligado Nacional (SIN)”, destacou a senadora.

De acordo com Ângela Portela, entre os 12 lotes que serão oferecidos, o primeiro (ou lote A) diz respeito à linha de transmissão Manaus/Boa Vista, com total de 715 quilômetros e duas subestações, uma na Vila Equador e outra em Boa Vista. O investimento previsto apenas neste lote é superior a 1 bilhão de reais. O edital da ANEEL contempla duas linhas de transmissão em circuito duplo de 500 kV (Kilovolts).

A primeira linha, entre a subestação de Engenheiro Lechuga, próxima a Manaus, até a Vila Equador, no estado de Roraima, terá 400 quilômetros de extensão. A segunda linha, que faz parte do mesmo lote, sairá da subestação da Vila Equador até a subestação de Boa Vista, com extensão de 315 quilômetros, também em circuito duplo de 500 kV. O edital prevê ainda a construção das subestações na Vila Equador e na capital de Roraima.

Ângela Portela, que se reuniu com a diretoria da ANEEL para tratar dos investimentos do governo federal na construção de linhas de transmissão e usinas hidrelétricas em Roraima, explica que esta obra significará o fim do isolamento energético do nosso estado. “Atualmente, apenas os estados de Amapá, Amazonas e Roraima não fazem parte do Sistema Interligado Nacional. Com a construção da linha, a energia produzida na Usina Hidrelétrica de Tucuruí (Pará) chegará a Macapá, Manaus e Boa Vista”.
Linha Tucuruí-Manaus já está em construção

A linha de transmissão entre a Usina Hidrelétrica de Tucuruí e Manaus, cujo leilão ocorreu em 2008, já foi iniciada, tendo inclusive obtido as licenças ambientais do Ibama. Em 1º de abril de 2011 foi concluída a montagem da primeira torre desta linha de transmissão, que vai atender também a cidade de Macapá (AP), além de dezenas de cidades do interior da Amazônia.

Esta torre está situada no trecho entre Oriximiná e a subestação Engenheiro Lechuga, na capital amazonense. A estrutura possui 62 metros de altura, o equivalente a um prédio de 20 andares, e pesa 24 toneladas. No mesmo trecho está prevista a construção de torres com até 300 metros de altura para a travessia dos rios. A Eletrobras considera esta a maior obra de transmissão do país.

O trecho da linha de transmissão entre Tucuruí e Manaus está sendo construído pela Manaus Transmissora de Energia S/A, empresa da qual participam Eletrobras Eletronorte, Chesf e a espanhola Abengoa. O trecho de 586 quilômetros, em 500 kV, no qual foi construída a primeira torre, faz parte da interligação elétrica Tucuruí/Macapá/Manaus, com um total de 1.850 quilômetros de extensão. Este trecho deve ser concluído em 2012, quando terá início a construção da linha entre Lechuga (AM) e Boa Vista (RR).

Construção de hidrelétricas é o próximo passo

Com o leilão das linhas de transmissão de Manaus até Boa Vista nesta sexta-feira e a integração de Roraima ao Sistema Interligado Nacional (SIN), a senadora Ângela Portela diz que o trabalho agora será para avançar nos entendimentos para a construção das Usinas Hidrelétricas de Bem-Querer e Paredão.  Em reunião com a diretoria da Aneel, Ângela Portela obteve a informação que até o final deste ano deve ser aprovado o inventário realizado pela Empresa de Pesquisa Energética – EPE, para o aproveitamento hídrico do rio Branco.

“Com a construção da linha de transmissão, a oferta de energia em Roraima crescerá mais de 200% e todo o sul do Estado será beneficiado”, disse a senadora, ressaltando que, com a Linha de Transmissão passando por Caracaraí, aumentam as chances de o Governo Federal construir o complexo de hidrelétricas em Roraima. “Quando estas hidrelétricas ficarem prontas, a energia gerada, equivalente a 1.000 Megawatts, poderá ser imediatamente oferecida no Sistema Interligado Nacional. A linha de transmissão vai passar ao lado das hidrelétricas e Roraima venderá energia para o resto do Brasil”, diz a senadora.

Ângela Portela pediu ao diretor-geral da ANEEL, Nelson Hübner, e ao ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, apoio para a construção das hidrelétricas. O inventário hidrográfico da bacia do rio Branco, feito pelo governo federal, propõe a construção de três a quatro usinas em Roraima, sendo a maior delas, com 700 Megawatts, nas corredeiras de Bem-Querer, no rio Branco, e as demais na localidade de Paredão, no rio Mucajaí, que somarão mais 300 Megawatts.

Romeu Donizete Rufino, diretor da ANEEL, disse à senadora que o potencial do rio Branco surpreendeu os técnicos da Agência, que pediu estudos complementares à EPE, com prazo de conclusão até outubro. Em dezembro a diretoria deve se reunir para analisar o inventário. “Certamente será aprovado”, disse.

Após a aprovação do inventário, é feita a licitação para os Estudos de Viabilidade Técnica (EVT), que devem consumir cerca de um ano. A previsão do Ministério de Minas e Energia, informada à senadora Ângela Portela, é que todo o procedimento seja concluído para que as usinas sejam oferecidas em leilão entre 2013 e 2014.

FONTE: ASCOM DA PARLAMENTAR

Tags:, , , , , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

//

Enquete

Sorry, there are no polls available at the moment.

Criado por:

Israel Dantas

FatoReal: Notícias, críticas, denúncias, ideias e devaneios

© Copyright 2010-2012 FATOREAL - Todos os direitos reservados!

Orgulhosamente feito em wordpress