RECUPERAÇÃO BR-174 – Empresários apostam no aquecimento da economia

0
141
Rodovia liga o estado de Roraima ao Amazonas e à Venezuela, ao Norte / Foto: Neto Figueredo /

Com a assinatura da ordem de serviço para recuperação e duplicação de um trecho de 119,40km no sentido Norte da BR-174, os empresários de diversos segmentos apostam no aquecimento da economia, seja no transporte de cargas como no turismo. A oficialização do serviço ocorreu na manhã deste sábado, 15, na rodovia, na área rural da Capital.

Antônio Denarium destacou a importância da obra para o setor empresarial e produtivo de Roraima. “São recursos de emendas dos deputados federais e senadores de Roraima, no valor de R$ 141 milhões. É uma obra que vai restaurar e reformar a BR 174 até a fronteira com a Venezuela”, disse.

Com isso, segundo ele, a população do entorno de Boa Vista vai ser melhor atendida com a redução de acidentes que ocorrem nesse setor, e também vai melhorar a qualidade da rodovia atendendo os transportadores e passageiros  com a rodovia totalmente recuperada.

Para o empresário do setor de Comunicação e energia solar, Duan Rabelo, a obra é importante para a logística de transporte.  “O Estado de Roraima está pautado em uma política de desenvolvimento. A duplicação da BR-174, sentido Norte, é muito importante para o desenvolvimento do Estado que precisa ser visto com outro olhar. Precisamos mudar a nossa estrutura viária. Essa duplicação vai trazer um desenvolvimento bastante significativo para Roraima”, defendeu Duan.

Ele ressaltou a localização que se encontra o Estado Roraima em uma Tríplice Fronteira com mercado próximo a Venezuela e com a República Cooperativista da Guiana. “Daí, a importância para que haja o mais rápido a duplicação dessa pavimentação asfáltica ao Norte do Estado de Roraima”, ressaltou.

Conforme o secretário da Seinf (Secretaria de Infraestrutura), Edilson Lima, os trabalhos de reestruturação e duplicação de três quilômetros da BR-174, saindo da Ponte sobre o rio Cauamé, até em frente ao Parque de Exposição Dandãinzinho, vai garantir segurança, principalmente, para quem moram próximo aos conjuntos Pedra Pintada, Said Salomão e no Monte Cristo, zona rural de Boa Vista, além de garantir emprego e renda para muitas famílias”, garantiu.

Dos 119, 40 km ao longo da BR 174, três quilômetros serão duplicados. “Inclusive com a construção de uma ciclovia, para garantir segurança dos ciclistas. Serão construídos ao longo da BR acostamentos. Serão usados serviços de terraplanagem, e CBUQ (Concreto betuminoso usinado a quente com a espessura de 5 centímetros).

DA REDAÇÃO

Comentários