*

links

*

mídias

Remídio viabiliza recursos para construção de postos da PRF e aeródromo no sul de Roraima

17 jul 2017 | 0 comentário

Remídio Monai busca uma solução definitiva para a retirada das correntes da BR 174, além da retomada da obra do aeródromo de Santa Maria do Boiaçu / Foto: Alice Andrade /

O deputado Remídio Monai (PR-RR) participou, na última quinta-feira (13), de uma audiência no Ministério dos Transportes, Portos e Aviação (MTPA), a fim de viabilizar recursos para construção de postos da Polícia Rodoviária Federal (PRF), próximo à vila do Jundiá, e para infraestrutura aeroportuária no Estado Roraima.

Além do ministro dos Transportes, Maurício Quintella, estiveram presentes o secretário Nacional de Transporte Terrestre e Aquaviário, Luciano Castro, o secretário Nacional da Aviação Civil, Dario Lopes, além do diretor do Departamento de Programas de Transporte Terrestre e Aquaviário, Paulo Sérgio.

Na reunião, o deputado Remídio voltou a cobrar o apoio do ministério para a construção dois postos de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal, um na Vila do Jundiá em Roraima e outro na saída da reserva Waimiri-Atroari, na localidade de Abonari, Estado do Amazonas. O parlamentar afirmou que esta seria uma solução definitiva para retirada das correntes da rodovia “Existe um entendimento favorável entre as comunidades indígenas, a população e a Polícia Rodoviária pela substituição. A polícia já tem o projeto e contingente necessário, falta apenas os recursos para a execução da obra”, afirmou.

O ministro Maurício Quintella falou sobre o andamento de um convênio entre o Ministério dos Transportes e a Polícia Rodoviária Federal para construção dos postos da PRF. “Vamos dar celeridade a esta proposta e garantir a liberação dos recursos orçamentários para que a própria instituição execute o projeto”, garantiu Quintella.
Para Monai a instalação desses dois postos de fiscalização da PRF e o acesso ininterrupto ao Amazonas e ao País, significa um novo momento para o desenvolvimento do Estado de Roraima.

Aeródromo

O deputado Remídio tratou ainda sobre a continuidade da obra do aeródromo de Santa Maria do Boiaçu. O parlamentar apresentou dados do antigo convênio Nº 001 de 2009, firmado entre o Sétimo Comando Aéreo Regional e o Governo do Estado de Roraima para construção da pista de pouso e decolagem, pista de Táxi, pátio para aeronaves e cerca patrimonial em Santa Maria do Boiaçu, no município de Rorainópolis. O referido convênio foi extinto em 2013, com apenas 19 % da obra executada.

Remídio Monai enfatizou a relevância do aeródromo para a região. “Estamos aqui pleiteando a conclusão de uma obra estratégica para Roraima, além de necessária à segurança nacional, devido a sua localização e que irá ainda facilitar a mobilidade dos moradores dessa localidade de difícil acesso. Na região do Baixo Rio Branco, são três dias de barco para um cidadão ter acesso ao atendimento médico especializado. É preciso levar cidadania e dignidade à população que vivem na região”, defendeu.

O ministro Maurício Quintella garantiu a liberação dos recursos para a continuidade do empreendimento. “Vamos agora levantar a atual situação, os dados do antigo projeto para encontrar uma solução técnica imediata a esta demanda tão crucial para o Estado”, afirmou.

O secretário Nacional de Aviação, Dario Lopes, argumentou sobre a necessidade de uma análise aprofundada sobre as informações do projeto e que é possível na carteira da Comissão de Aeroportos da Região Amazônica (COMARA), órgão responsável pela construção e recuperação de aeroportos em regiões inóspitas e de difícil acesso na Amazônia Legal.

FONTE: DA REDAÇÃO

Os comentários estão desativados.

//

Enquete

Sorry, there are no polls available at the moment.

Criado por:

Israel Dantas

FatoReal: Notícias, críticas, denúncias, ideias e devaneios

© Copyright 2010-2012 FATOREAL - Todos os direitos reservados!

Orgulhosamente feito em wordpress