TRABALHO INFANTIL – Estudantes debatem o tema no 1º Encontro Estadual de Crianças e Adolescentes

0
170
Roraima será o sexto Estado a formar o Comitê Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil / Foto: Secom/Gov.RR /

Como parte da programação alusiva ao Dia Mundial contra o Trabalho Infantil (12 de junho), nesta segunda-feira (11) foi iniciado o 1º Encontro Estadual de Crianças e Adolescentes, evento promovido pela Setrabes (Secretaria do Trabalho e Bem-Estar Social). O envento segue até às 17h no auditório da secretaria.

O encontro é realizado por meio do Peti-RR (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) e do Forrpeti (Fórum Roraimense de Prevenção e Erradicação ao Trabalho Infantil.

A proposta é mobilizar adolescentes e jovens no combate ao trabalho infantil ao reunir estudantes das escolas estaduais para discussão de temas como trabalho infantil, atuação de instituições no combate à exploração do trabalho da criança e do adolescentes, além da discussão do direito de criancas e adolescentes à participação nos espaços de deliberação de políticas públicas.

“É muito importante cuidar dos adolescentes e jovens para oferecer a eles uma condição de vida melhor. Essa é uma preocupação da governadora Suely Campos, que desenvolve diversos programas que estão mudando a vida de muitos estudantes de Roraima”, explica a secretária-adjunta do Trabalho e Bem-Estar Social, Edilania Mangueira.

O governo desenvolve projetos como a Escola do Atleta, que promove a inclusão social por meio do esporte; o RR Jovem, que oferece a estudantes do ensino médio a possibilidade de vivienciar a experiência profissional por meio do estágio remunerado; e as escolas militarizadas.

Edilania também ressalta a importância da participação dos jovens nessa atuação. “Precisamos unir forças para enfrentar essa prática e a violação dos direitos e, nesse processo, nada melhor do que o jovem falar para o jovem”, completa.

COMITÊ

Ainda durante o evento, será realizada a eleição dos membros do Comitê Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil no Estado de Roraima (Ceapeti-RR). O Conapeti foi criado em setembro de 2017, por ocasião do I Encontro Nacional de Adolescentes e Jovens pela Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil.

Trata-se de um colegiado composto por adolescentes e jovens de todas as unidades da federação que tem como objetivo estratégico mobilizar adolescentes e jovens de todo o Brasil pela prevenção e erradicação do trabalho infantil e efetivação do direito à participação nos espaços de deliberação de políticas políticas.

Roraima será o sexto Estado a formar o Comitê. Já existem comites estaduais no Ceará (2017), Maranhão (2017), Pará (2018) e São Paulo (2018).

O procurador do Trabalho do Ceará, Antônio de Oliveira Lima, enfatiza que essa iniciativa visa assegurar a participação dos adolescentes nas discussões e ações de enfrentamento ao trabalho infantil. “Quando os adolescentes sentem-se atores e não apenas observadores, tornam-se empoderados e mobilizadores sobre o assunto, liderando espaços de discussões”, pontua.

Juliana Carolina da Silva Lima, de 18 anos, é a representante de Roraima no Conapeti. Ela explica que o grupo estadual será composto por dos membros de cada município e, depois desse encontro estadual, serão realizados eventos em cada município.

“Vamos levar essas discussões para as escolas para dizer que o trabalho infantil existe, que é uma violação de direitos e cada um é responsável pelos interrompidos provocados pelo trabalho infantil irregular”, enfatiza.

PROGRAMAÇÃO

Ainda em alusão à data, serão realizadas outras atividades ao longo do mês de junho. Nos dias 13 e 14, acontecem palestras em escolas estaduais para levar informação sobre o que é e como combater o trabalho infantil.

No dia 16, a partir das 8h, no Parque Anauá, será realizada uma corrida reunindo estudantes e familiares. E entre os dias 18 a 26 de junho, serão realizadas ações de panfletagem nos municípios de Boa Vista, Bonfim, Alto Alegre, Rorainópolis e Uiramutã.

DA REDAÇÃO

Comentários