10 DE OUTUBRO – No dia Mundial da Saúde Mental, Sesau destaca o trabalho da Rede de Atenção Psicossocial

0
179

Os pacientes atendidos na Rede de Atenção chegam as unidades por demanda espontânea, quando procuram ajuda direto no serviço, ou por demanda referenciada

A Rede oferece atendimento 24 horas por dia em três diferentes unidades. Além disso, também conta com leitos para internação em algumas unidades de saúde / Foto: Ascom/Sesau /

O Dia Mundial da Saúde Mental é celebrado hoje, dia 10 de outubro. A data é usada para alertar as pessoas sobre a importância de conversar sobre o tema e combater o preconceito que existe sobre a saúde psicológica. O Estado oferece, através da Raps (Rede de Atenção Psicossocial), cinco serviços de cuidado a saúde mental da população.

“O indivíduo precisa de um equilíbrio entre o bem-estar físico, mental, social e psíquico. É quando ocorre um desequilíbrio em alguma dessas áreas, que surgem os transtornos mentais”, explica o gerente do Departamento de Políticas de Saúde Mental, Renato Amaral.

A Rede oferece atendimento 24 horas por dia em algumas unidades como o Caps III (Centro de Atenção Psicossocial), que trata os transtornos mentais graves e persistentes; o Caps AD III (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Droga), voltado ao atendimento de pessoas com transtornos causados pelo uso de álcool e outras drogas; UAA (Unidade de Acolhimento Adulto) destinada à pacientes que estão vulnerabilidade social e familiar encaminhados pelo Caps AD III, com permanência de no máximo 6 meses.

Além desses serviços, a Raps também conta com leitos de internação em algumas Unidades de Saúde do Estado, uma enfermaria de crise no HGR (Hospital Geral de Roraima) para a internação de pacientes mais graves que tiveram algum surto e um Ambulatório de Psiquiatria na CECM (Clínica Especializada Coronel Mota) para o tratamento de pacientes com transtornos de leve a moderado como depressão, síndrome do pânico, ansiedade.

Os pacientes chegam as unidades por demanda espontânea, quando a pessoa procura ajuda direto no serviço, ou por demanda referenciada, quando outros serviços indicam o paciente para a unidade. Amaral ressaltou a importância dos serviços oferecidos, pois Roraima, encontra-se entre um dos Estados com mais maior índice de suicídios no país.

“Fico orgulhoso de dizer, que o serviço de cuidado a saúde mental que oferecemos aqui no Estado é excelente. Nosso trabalho não é pra isolar a pessoa da sociedade, mas trabalhamos para devolvê-la novamente ao convívio com social e familiar” finalizou.

NOVA SEDE

O Caps AD III, conta com uma nova sede, localizada na rua Adail Oliveira Rosa, 1652, no Alvorada, próximo a Caixa Econômica Federal. Anteriormente a unidade funcionava no bairro Jardim Floresta.

A inauguração está prevista para a próxima terça-feira, dia 16 de outubro. O novo espaço conta com novidades como um campo de futebol, área de convívio, leitos masculinos e feminino, espaço para trabalhar a oficina de horta com os pacientes.

COMITÊ DE PREVENÇÃO AO SUICÍDIO

O Comitê Estadual de Prevenção ao Suicídio irá oficializar suas atividades com o registro na CIB (Comissão Intergestores de Bipartistes) no próximo mês. Roraima foi um dos Estados contemplados com recursos do MS (Ministério da Saúde) para a implantação do Projeto de Prevenção ao Suicídio. Uma vez por mês o comitê se reúne pra planejar estratégias de combate ao suicídio.

DA REDAÇÃO

Comentários