DOAÇÃO DE SANGUE – Hemoraima convoca doadores de tipagem sanguínea O-

0
79

Banco de sangue do Hemoraima encontra-se em estado crítico

É permitido doar sangue a partir dos 16 anos, acompanhado dos pais ou responsáveis; para quem é doador assíduo, é permitido doar até os 69 anos / Foto: Ascom/Sesau /

No período de férias, quando muita gente aproveita para viajar, a presença de doadores de sangue no Hemoraima (Centro de Hemoterapia e Hematologia de Roraima) diminui bastante, o que afeta diretamente o estoque. Com as cirurgias eletivas voltando a serem realizadas no HGR (Hospital Geral de Roraima) é possível que aumente a demanda, por isso é importante o comparecimento de novos doadores.

A tipagem sanguínea O-, que e é doadora universal, é a que está com o estoque mais baixo, com cerca de cinco bolsas em armazenamento. “Diariamente pessoas precisam de sangue para sobreviver, seja por doenças, acidentes ou em cirurgias. Não há outro meio de se obter o sangue que não seja pela doação”, disse o gerente da coleta de sangue do Hemoraima, Isaías Magalhães.

Ana Carolini Gama decidiu se tornar doadora há dois anos. Desde então comparece regularmente à Unidade. “Acredito que não deva ter um motivo especial, acho que a sensação de poder ajudar alguém e chegar a salvar vidas são as principais recompensas”, comentou.

FUNCIONAMENTO

O Hemoraima funciona de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 12h e das 13h30 às 18h. Os interessados em doar sangue também podem agendar um horário por meio do telefone (95) 2121-0831. O Hemoraima fica localizado na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, próximo ao HGR (Hospital Geral de Roraima)

QUEM PODE DOAR?

O candidato a doador de sangue precisa pesar mais de 50 kg e não deve estar em jejum no dia da doação. É preciso evitar a ingestão de alimentos gordurosos até duas horas antes da coleta. O adolescente a partir de 16 anos de idade, acompanhado pelos pais ou responsável legal, também pode ser um doador de sangue. Para quem já é doador assíduo, a idade permitida é até 69 anos.

Pessoas com febre, gripe ou resfriado não podem doar temporariamente, assim como grávidas e mulheres no período pós-parto. Nas duas horas que antecedem ao procedimento, o voluntário preenche um cadastro e em seguida é avaliado clinicamente. Se não houver nenhum obstáculo clínico, a coleta é realizada logo em seguida.

DA REDAÇÃO

Comentários